10 de abril de 2017

lavanderia camuflada

Se não há espaço para a área de serviço, crie um espaço na própria cozinha para guardar máquina de lavar, varal, utensílios de limpeza, panos, sacolas e até um espaço para passar roupas. Mas o mais importante é que este lugar tenha uma porta para esconder o que ali foi instalado, assim roupas podem estar secando em um pequeno varal ou vassouras podem estar penduradas em ganchos sem que interfiram no visual, pois com as portas fechadas, a "bagunça" fica escondida e o ambiente fica organizado visualmente.



fotos revista Casa&Jardim

volte sempre

Atrás da porta de entrada, a placa com a mensagem "Volte sempre" é um gesto simples e carinhoso para sinalizar o quanto foi bacana receber quem veio nos visitar.


foto : revista Casa&Jardim

7 de novembro de 2016

construção da Torre Eiffel : 1887–89

Algumas fotos incríveis da construção da Torre Eiffel que a princípio seria somente o portal de entrada da feira de tecnologia de Paris de 06 de maio à 31 de outubro de 1889 - 1889 World's Fair







fotos: reprodução

28 de outubro de 2016

pra ler - I am not weird!

foto : reprodução

o signo de Touro adora preto na decoração! E você? Confira aqui sua cor conforme os astros.


Áries: Rosa
Embora alguns pensem que o rosa é apenas uma cor infantil, ela também é forte, ousada e, como você, confiante.

Touro: Preto
Apesar da fama de teimoso, a verdade é que você tem um forte ponto de vista. Assim como o preto, você é corajoso e o seu gosto pela beleza e o luxo combinam perfeitamente com o tom.

Gêmeos: Amarelo
Animado, adaptável e muito sociável, você, geminiano, não poderia combinar mais com outra cor. O amarelo é ensolarado e oferece muitas possibilidades de combinações. Essa característica é ótima para quem se entedia tão fácil com o ambiente.
Câncer: Azul Claro
Você é caseiro e sensível. O azul claro tem uma vibração estimulante que ajuda a recarregar as energias. Além disso, é uma cor que inspira a sua veia criativa.

Leão: Roxo
Quando falamos em drama, você, certamente, vai se lembrar de alguém do signo de Leão. Pessoas nascidas em Leão são dramáticas por natureza, assim como o roxo. Esse também é o tom da realeza, outro papel que se encaixa perfeitamente a um leonino.
Virgem: Bege
Meticuloso e inteligente, os nascidos sob o signo de Virgem conseguem ver a diferença entre vinte tons de creme. Por isso, essa é a cor que mais combina com você, que também é neutro e equilibrado.
Libra: Verde
Duro, mas justo. Essa definição cabe a você, libriano? Você tem fortes convicções pessoais, mas também tem um lado suave que aprecia a beleza em todas as suas formas. Se o objetivo é encontrar o equilíbrio, o verde é a cor que mais combina com você, já que representa a harmonia.

Escorpião: Vermelho
Apaixonado, o escorpiano se joga de cabeça em tudo que faz. Os tons vermelhos caracterizam esse aspecto.

Sagitário: Marrom
Conhecido como o filósofo do grupo de amigos, você, sagitariano, tem energia de sobra. O marrom complementa perfeitamente a sua personalidade e ainda pode trazer mais calma.

Capricórnio: Cinza
Reservado, paciente e disciplinado. O capricorniano já tem planos feitos para amanhã e para daqui cinco anos. O cinza é a tonalidade perfeita, neutra e atemporal para o signo.

Aquário: Laranja
Amigável e independente, aquarianos tendem a ser bem ecléticos. Por isso, o laranja, que é uma cor muito original, combina tanto com você.
Peixes: Azul
Assim como os cancerianos, você combina com tons azuis. A diferença é que você prefere tons mais escuros e aconchegantes, que ajudam a manter sua mente criativa livre de distrações.

21 de outubro de 2016

plantas baixas - Miguel Falabella


Plantas baixas

Lembrar das dimensões de um quarto é, de certa forma, lembrar da dimensão dos amores que por ali passaram.
Miguel Falabella é ator, diretor, dramaturgo e autor de novelas

"Não sei se a coisa se dá só comigo ou se há um clube cheio de membros, mas tenho a mania, ou melhor, a necessidade, de guardar, nos arquivos da memória, as plantas baixas dos lugares onde morei. Volta e meia, falando no telefone, no escritório, em vez dos rabiscos abstratos usuais, eu me flagro tentando recriar as plantas das diversas moradas, como se elas pudessem me ensinar outra vez a minha própria geografia. E até podem, porque, no processo, os traços acabam por se tornar paredes e o ambiente ressurge do passado, como num passe de mágica. Lembrar das dimensões de um quarto é, de certa forma, lembrar da dimensão dos amores que por ali passaram e, a cada nova visita, descobre-se um novo detalhe que andava esquecido. Como é certo que Deus está nos detalhes, acho que o hábito é saudável. Tenho até certa inveja de quem viveu a vida toda numa única casa, porque sempre são sólidas as pessoas que conhecem perfeitamenteo terreno onde pisam. Eu tive muitas casas e muitos abrigos, portanto guardo uma quantidade de plantas amontoadas na lembrança e catalogá-las, sem que acabem misturadas num passado comum, é tarefa para alguns dias de devaneio.

Ainda hoje mesmo, eu rabiscava a casa de meu avô, na Ilha do Governador, que mais tarde, por herança, passou a ser de papai e que existe até hoje. A casa era grande. Dois andares, cinco quartos, dois banheiros na extremidade do corredor, um quintal cheio de gatos e a ensolarada sensação de que ali o tempo descansava. No térreo, havia um salão comprido que, na época de meu avô, ostentava dois barcos de corrida pendurados no teto, porque vovô adorava remo, entre outros esportes. A casa ficava vazia a maior parte do ano, olhando a enseada, à espera das férias de verão. Nós morávamos nos fundos do terreno, que cobria toda a extensão do quarteirão, já que nosso sobrado dava para a avenida e, nas noites de verão, quando se pescava siri e o enorme circulador de ar rangia seus ferros, voltar para casa pelo terreno escuro era assustador.

Foi ali, no corredor do andar superior que uma tia, certa vez, viu uma alma. Ela, segundo o relato, era mocinha, tinha 14 anos, embora já fosse noiva, prometida. Certa madrugada, acordou com muita vontade de urinar e não se incomodou em acender a luz, já que o luar iluminava tudo. Como a casa estava adormecida, também não se preocupou em fechar a porta e instalou-se no vaso que fitava o corredor. A alma surgiu bem lá na frente e veio em sua direção, como se flutuasse. Apavorada, com as calcinhas arriadas no meio das pernas, ela entendeu que a alma tinha um recado para lhe dar, mas não lhe deu a chance de cumprir a tarefa. Gritou com toda a força e a mensageira desapareceu, assim que a casa se iluminou alarmada.

– Hoje eu sei que ela tinha vindo me dizer pra não casar com seu tio. – ela encerrava a história. – E eu, burra, não entendi o recado.
Minha tia já não vive mais. Mas seu grito ainda ecoa naquele corredor. Eu termino a planta baixa do piso superior e calculo que a alma deve ter surgido bem na porta do meu quarto, cuja janela abria-se para a mangueira em flor e onde eu ardia no pecado da adolescência.
Mas isso já é outra história."


cor de couve ou verde militar para 2017

Pantone divulga tendências de cores para 2017:

A fuga do tradicional é a aposta da marca para as cores escolhidas para o próximo ano. A imaginação e criatividade serão explorados no uso das matizes. Em 2017, acredita-se que os tons vão sair do lugar comum e ganhar novos usos, afinal de contas, são cores comuns : azul, amarelo, laranja, bege, rosa e verde, mas o diferencial  para 2017, como já foi dito,  é o TOM da cor.

Minha favorita, como não podia deixar de ser : Verde . O tom deste ano é o verde folha, escuro, fechado, verde cor de couve ou verde militar . Sóbrio, discreto e aconchegante, o tom vai bem com branco, bege e com toda a paleta de marrons. Madeiras também formam belas composições.

Kale 18-01079 (Pantone)
Com nome de hortaliça, Kale em português é couve. Será que vale trazer para dentro de casa a tal cor de couve?


















eu cho que dá !!!! Please, cor de couve já!

fotos: reprodução

pra ler - quarto

Todo ambiente calmo e aconchegante precisa de um ponto de equilíbrio. Que tal adicionar uma ou duas peças que chamem atenção, para dar um toque de glamour e criar um ponto de interesse, neste caso, a luminária . Cúpula pintada com spray preto fosco onde um recadinho escrito a giz comanda o clima!

foto : reprodução

24 de junho de 2016

decoração sem gêneros

Você já ouviu falar na expressão Genderless? Em tradução livre, a palavra significa "sem gênero". Chamada de Cultura Genderless, uma tendência comportamental que já atingiu redes sociais, as personalidades da mídia e a própria maneira como as grandes marcas se comunicam com o seu consumidor.

E o que significa exatamente "sem gêneros" ? A discussão envolve o fim dos estereótipos para homens e mulheres e a igualdade de ambos. O comportamento começou a ser uma via de mão dupla : não só as mulheres consomem itens tradicionalmente definidos como "masculinos" - blazer, cabelos curtos, futebol, mas os homens também começam a aderir o denominado "universo feminino" - cosméticos, cabelos grandes e roupas femininas.

Um grande símbolo da luta contra estereótipos de gênero é o ator Jaden Smith. O jovem de 18 anos estreou a última campanha da Louis Vitton e é frequentemente visto usando saias e vestidos.
Se existe uma coisa que me incomoda é a distinção de gênero na decoração. Sei que é um fator cultural. Quando crianças, meninas são rosa e meninos são azul. Depois de adultos, casa de homem não pode ter flores, a decoração tem de ser sóbria, austera, minimalista e as cores devem ficar entre preto, cinza, marrom ou bege (neutras). Delicadezas estão fora de cogitação. Fico pensando: coitados dos homens! Foram condenados às trevas!
Essa divisão estilística não existia! Era a mulher que cuidava da casa, usava flores, rendas, as paredes não tinham que ter cores “neutras” e os homens gostavam de ter um lar assim, aconchegante, belo e bem cuidado. Os palacetes antigos também tinham muitos elementos rotulados de “femininos”.

O estilo da decoração deve ser uma questão de gosto e de personalidade, não de gênero. Assim como há mulheres que gostam de preto ou de sobriedade, homens podem gostar de cor, flores, rendas, delicadezas. Porque não? A decoração tem que ser do seu jeito, aquela que alegra sua vida e sua alma. Não devemos ter medo de ousar. A ousadia que expressa nossa personaliade nos torna mais felizes.
fotos : reprodução